Perguntas frequentes sobre a Rebralint

Gostei da proposta da Rebralint e quero me tornar membro. Como faço?

Ficamos felizes com o interesse de todos e queremos ficar em contato com pessoas que compartilham dos nossos objetivos. Em nossa assembleia anual — a próxima está prevista para março de 2018 — todos os pedidos de ingresso na Rebralint serão analisados. Os pedidos podem ser enviados para o e-mail rebralint@gmail.com com o assunto “Ingresso na Rebralint”. Até lá, será um prazer manter contato para já podermos colaborar com a circulação de informações e registro de dúvidas, dificuldades e casos de sucesso.

Se a rede quer conectar pesquisadores, por que só aceita membros uma
vez por ano?
 

Sim, nosso objetivo é conectar pessoas e conhecer novas experiências nas diferentes universidades e regiões do Brasil e da Alemanha, mas para isso precisamos de tempo. Queremos uma conectividade de qualidade e não de quantidade. Para conhecer cada um dos membros e seus respectivos projetos e parcerias, precisamos começar com um grupo pequeno. Caso contrário, seremos grandes em números e não em qualidade. Os membros da Rebralint precisam, primeiramente, se conhecer, trocar experiências e trabalhar de acordo com os objetivos formulados pela equipe. Assim, poderemos repassar nosso trabalho para novos membros e, aos poucos, cresceremos.  


Por que fundar a Rebralint, algo novo, se já existem várias AEBAs (Associações de Ex-Bolsistas do Brasil na Alemanha) no Brasil com muita tradição?

As AEBAs são muito importantes e apoiamos todo o engajamento de ex-bolsistas. Porém, é importante deixar claro que a Rebralint é uma rede de professores-pesquisadores brasileiros e alemães atuantes em universidades no Brasil e na Alemanha. De fato, alguns dos membros são ex-bolsistas, mas não é o caso de todos e aí está uma das grandes diferenças entre a nova rede e as AEBAS. Nossos membros se destacam por seu engajamento em projetos de cooperação com a Alemanha realizados em suas respectivas áreas de atuação e regiões do Brasil. Nossa rede é a primeira tentativa de reunir em nível nacional um só grupo de pessoas com experiência em temas acadêmicos ligados à Alemanha. A fundação da Rebralint é uma iniciativa pioneira e acreditamos que a soma de forças realizada será capaz de contribuir para uma melhora qualitativa e quantitativa de projetos e ações de cooperação que envolvam o Brasil e a Alemanha.  


O que os membros vão ganhar com a Rebralint?

Os membros da Rebralint são voluntários e estão unidos e engajados pela causa maior da rede: buscar melhorar e ampliar o desenvolvimento de projetos e ações ligados ao intercâmbio acadêmico entre o Brasil e a Alemanha. Os membros sentem-se lisonjeados de poderem contribuir para o desenvolvimento acadêmico e para a parceria Brasil-Alemanha, e é esse propósito que nos move. Como em quase todas as outras redes existentes no mundo, a Rebralint não tem fins lucrativos, não é uma empresa, tampouco uma instituição. Dessa forma, nossos membros não são remunerados financeiramente. Nossos membros ganham muito em conhecimento científico, em colaboração acadêmica e no estabelecimento de novos contatos, podendo, assim, contribuir para o crescimento do intercâmbio acadêmico nas universidades brasileiras e alemãs.  


Qual a missão dos membros da Rebralint?

1. Queremos como pesquisadores em nossas universidades aproveitar todas as oportunidades que temos em eventos e encontros para falar sobre possíveis caminhos de cooperação com a Alemanha, realizando, dessa forma, divulgação positiva sobre experiências (individuais ou coletivas) de sucesso;

2. Queremos também entender melhor os caminhos burocráticos brasileiros em situações de reconhecimento de documentos provenientes da Alemanha e nos casos de realização de convênios de dupla titulação para, então, compartilhar esse conhecimento com todos os interessados;

3. Queremos juntos descobrir e fomentar (novas) formas de financiamento de projetos de pesquisa em parceria com a Alemanha;

4. Queremos fomentar a aprendizagem de alemão, a sensibilização intercultural
e a formação de professores de alemão.  


Qual a relação da Rebralint com o DAAD e a CAPES?

O Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico (DAAD) e a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) apoiam nossa iniciativa
e reconhecem a necessidade de maior engajamento pessoal dos professores-pesquisadores que realizam cooperação com a Alemanha para que juntos consigamos cumprir nossa missão e nossos objetivos.

Calendário de eventos

Oops, an error occurred! Code: 202405220655412ee0aaef